Síndrome Dolorosa Pós-Mastectomia (SDPM)

O que é?
A Síndrome Dolorosa Pós-Mastectomia (SDPM) acontece quando há dor persistente por mais de três meses após qualquer cirurgia na mama, mesmo que tenha sido apenas uma Nodulectomia.

Nesses casos, é comum encontrarmos causas de dor de componente nociceptivo (exemplo: lesão de manguito rotador) e neuropático (exemplos: lesão de nervo intercostobraquial, neuromas cicatriciais, síndrome da mama fantasma).

O exame físico deve englobar postura, arco de movimento dos ombros, assim como a avaliação do ritmo escapuloumeral.

Diversos estudos mostram desbalanço na ativação de musculatura estabilizadora da escápula nas pacientes Pós-Mastectomia, resultando em protrusão da escápula e rotação interna do ombro homolateral ao procedimento mamário. Nessa posição o manguito rotador apresenta grande risco de impacto contra o acrômio, podendo desenvolver a Síndrome do Impacto do Manguito Rotador.

A avaliação multidisciplinar é importante para promover uma boa recuperação e minimizar causas de dor no pós-operatório.

Escrito por dr. Felipe Amaral

Entre em contato

Atendimento em Moema – 94540-9553, 2649-9728

e aldeia da serra - barueri – 97469-1001, 4192-1146